ALMEIDA, Cândido Antônio Mendes de 

     Nasceu no Rio de Janeiro a 3 de junho de 1928. Em 1950 diplomou-se pelas Faculdades de Direito, e Filosofia da PUC da Guanabara. Membro fundador do IBESP e do ISEB, onde chefiou, sucessivamente, de 1956 a fins de 60, os Departamentos de História e de Política. Fundou com Eduardo Portela em 1961, o Instituto Brasileiro de Estudos Afro-Asiáticos, tendo sido o seu diretor executivo. Em 1963 criou o Instituto Universitário do Rio de Janeiro. Pesquisador associado do “Center for International Affairs” da  Universidade de Havard. Diretor da Revista “Dados”. Sucedendo a seu pai, dirigiu, a Sociedade Brasileira de Instrução, e as entidades por elas mantidas entre as quais a Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas do Rio de Janeiro e a Faculdade de Direito Cândido Mendes, posteriormente transformada em Universidade Cândido Mendes.

Bibliografia:

Collor anos luz, ano zero.

A razão armada. 

O Senador do Império Cândido Mendes de Almeida; 1818-1881.  Rio de Janeiro, 1943.  114 p.  il.

Possibilidades da sociologia política. [s. l.], 1954.

Perspectiva atual da América Latina.  2. ed.  Rio de Janeiro : Ministério da Educação e Cultura, 1960.  50 p.  (Textos brasileiros de história, 1).

Nacionalismo e desenvolvimento.  Rio de Janeiro : Instituto Brasileiro de Estudos Afro-Asiáticos, 1963. 398 p.

Memento dos vivos; a esquerda católica no Brasil.  Rio de Janeiro : Tempo Brasileiro, 1966.  256 p.

Crise e mudança social.  Introdução Cândido Mendes.  Rio de Janeiro : Eldorado, 1974.  306 p.  (Coleção América Latina).

O legislativo e a tecnocracia.  Rio de Janeiro : Imago, 1975.  269 p.  (Logoteca).

A inconfidência brasileira - a nova cidadania interpela a constituinte.  Rio de Janeiro : Forense-Universitária, 1986.  145 p.  (Brasil debate/ série constituinte).

Democracia desperdiçada; poder e imaginário social.  Rio de Janeiro : Nova Fronteira, 1992.

A presidência afortunada : depois do real, antes da social-democracia.  Rio de Janeiro : Record, 1999.  350 p.

História e pós-Modernidade no Brasil. Discurso de posse no Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, 1999.

O País da Paciência – Trégua e Alternativa. Rio de Janeiro: Record, 2000.

Lula: a Opção Mais Que o Voto. Editora Garamond, 2002.

Lula et l’autre Brésil – Essais. Paris: IHEAL Éditions, 2003.

Lula, une gauche qui s’éveille. Paris, Editoras Descartes, 2004.

Lula, entre a Impaciência e a Esperança. Rio de Janeiro: Editora Garamond, 2004.

Lula: más que um voto, uma opción. Cidade do México: Editora Livros para Todos, 2005.

Lula depois de Lula. Rio de Janeiro: Editora Garamond, 2005.

 

Estudos sobre o autor:

ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS.  Anuário 1993-1997.  Rio de Janeiro, 1997.  p. 228-230.

CANDIDO Mendes – homenagem aos seus 70 anos.  O Globo, Rio de Janeiro, 11 jul. 1998.  p. 18.

CESAR, Arnaldo.  Estamos melhorando.  Veja, São Paulo, 13 out. 1993.  p. 7-9. Entrevista.

COUTINHO, Afrânio.  Brasil e brasileiros de hoje.  Rio de Janeiro : Editorial Sul Americana, 1961. v. 1.  p. 28.

LESSA, Renato.  A eterna véspera.  Folha de S. Paulo, São Paulo, 4 abr. 1999.  Mais!, p. 5.

MACHADO, Ana Maria.  Diagnóstico preciso.  Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 10 out. 1992.  Idéias/Livros & Ensaios, p. 8.

SANTOS, Wanderley Guilherme dos.  Em algum lugar na memória.  Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 10 out.  1992.  Idéias/Livros & Ensaios, p. 8.

_____.  A presidência do país enredada entre a vaidade e a inteligência.  O Globo, Rio de Janeiro, 12 dez. 1998.

RIBEIRO FILHO, J. S.  Dicionário biobibliográfico de escritores cariocas (1565-1965).  Rio de Janeiro : Livraria Brasiliana, 1965.  p. 13.

SOARES, Luiz Eduardo.  Um estranho no ninho dos tucanos.  Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 12 dez. 1998.  Política.