ALMEIDA JÚNIOR, João Mendes de

     Nasceu em São Paulo a 30 de março de 1856. Cursou a Faculdade de Direito (1873-1877), doutorando-se em 1879. Foi político militante e presidente da Câmara Municipal da Capital (1881 e 1882), colaborando na imprensa periódica. Segundo Spencer Vampré, manifestava-se sempre como “monarquista e católico intransigente”. Tornou-se professor da Faculdade em setembro de 1889, tendo sido diretor no biênio 1913-1914. Em 1916 foi nomeado ministro do Supremo Tribunal Federal. Em defesa de seus pontos de vista, polemizou com os positivistas paulistas. Situa-se em posição destacada entre os precursores da renovação do pensamento católico ocorrida após a década de vinte. A parcela mais importante de sua produção literária está constituida pelas obras jurídicas. Faleceu a 25 de fevereiro de 1923.

Bibliografia:

Monografia do municipio da cidade de São Paulo; estudo administrativo. São Paulo : Tipografia Jorge Seckler, 1882.

Teses e dissertação (apresentadas para concurso).  São Paulo : Tipografia Jorge Seckler, 1889.  7 p.

As formas orgânicas da praxe forense.  São Paulo : Maciel e Cia., Editores, 1897.

Processo criminal brasileiro.   Rio de Janeiro : Laemmert & Cia., 1901.

_____.  4.ed.  Rio de Janeiro : Freitas Bastos, 1959.  2 v.

Climax ou a escada do céu.  São Paulo : Espíndola, Siqueira & Cia., 1902.

Programa do curso de direito judiciário brasileiro.  São Paulo : Tipografia de Hennier Irmãos, 1910.

Programa de ensino de prática forense.  São Paulo : Tipografia de Hennier Irmãos, 1910.
_____.  Outra edição.  Rio de Janeiro : Freitas Bastos, 1958.  237 p.

Soberania, autonomia, federação.  São Paulo : Typ. Hennier, 1911.  16 p.

A idéia de autonomia e a pretendida transição do ensino oficial.  São Paulo : Tipografia Siqueira, Nagel & Cia., 1912.

Os indígenas no Brasil; seus direitos individuais e políticos.  São Paulo : Tipografia de Hennier Irmãos, 1912.

Golpes de retrospectos.  São Paulo : Typ. Hennier Irmãos, 1912.  12 p.

A celebração da chave da Academia em festa simbólica de atenção.  São Paulo : Tip. Siqueira, Nagel & Cia., 1914.

O ensino de direito.  São Paulo : Tip. Siqueira, 1914.  46 p.

Uma sinopse da história da filosofia.  São Paulo : Tip. Siqueira, 1916.

Direito judiciário brasileiro.  Rio de Janeiro, 1918.

_____.   5. ed.  Rio de Janeiro : Freitas Bastos, 1960.

Elementos de lógica e de psychologia.  Prefácio Reynaldo Porchat.  São Paulo : Saraiva, 1937.  183 p. (Biblioteca Universitaria-Philosophia, série 1a, n. 1).

O século XIX; panorama político.  Rio de Janeiro : Freitas Bastos, 1956.  297 p.

Noções ontológicas de Estado, soberania, autonomia, federação, fundação (1911).  São Paulo : Saraiva, 1960.  116 p.

Órgãos da fé pública.  2. ed.  São Paulo : Saraiva, 1963.

Estudos sobre o autor:

BUZAID, Alfredo.  João Mendes de Almeida Junior : aspectos de uma vida.  Revista dos Tribunais, São Paulo, p. 580-594, 1957.
 
CAMPOS, Fernando Arruda.  Tomismo e neotomismo no Brasil.  São Paulo : Grijalbo, 1968.  p. 76-81.

FERRAZ, Ester de Figueiredo.  A orientação filosófica de João Mendes Júnior.  In : _____.  Ensaios de filosofia do direito.  São Paulo : Saraiva, 1952.  p. 11-55.

MELO, Luis Correia de.  Dicionário de autores paulistas.  São Paulo, 1954.  p. 32-33.

PAIM, Antônio.  João Mendes Júnior (1856-1923).  In : LOS “ Fundadores” em la Filosofia de América Latina.  Washington : OEA, 1970.  p. 63-65.

REALE, Miguel.  “Escolástica e praxismo na obra de João Mendes Jr.” In : _____.   Filosofia em São Paulo.  São Paulo : Comissão de Literatura, Conselho Estadual de Cultura, 1962.  p. 43-88.

_____. Escolástica e praxismo na obra de João Mendes Júnior.  In : _____.  Filosofia em São Paulo.  2. ed.. rev. e reestruturada.  São Paulo : Grijalbo, 1976.  p. 93-127.  (História das Idéias no Brasil).

REZENDE FILHO, Gabriel.  João Mendes Júnior, mestre de processo.   Revista da Faculdade de Direito, São Paulo, v. 1, p. 9-25, 1956.

_____.  João Mendes Júnior, mestre de direito processual civil.  Revista dos Tribunais,  São Paulo,  v. 248, n. 656-666, 1956.

SANTOS,  Moacyr Amaral.  João Mendes Júnior, mestre do direito processual civil.  Revista da Faculdade de Direito, São Paulo, v. 51, p. 98-113, 1956.

SANTOS,  Moacyr Amaral.  João Mendes Júnior, mestre do direito processual civil.  Revista dos Tribunais,  São Paulo,  p. 15, 1956.

VAMPRÉ, Spencer.  Memórias para a história da Academia de São Paulo.  São Paulo : Saraiva, 1924.  v. 2.