ALMEIDA, Miguel Osório de

     Nasceu no Rio de Janeiro a 10 de setembro de 1890.  Diplomado pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, dedicou-se à pesquisa, ao magistério e à divulgação científica, tendo sido dos grandes animadores do movimento científico, em geral, e da criação da Universidade, em particular. Foi livre-docente de Fisiologia, Física Biológica e Higiene; membro de diversas associações científicas internacionais; doutor “honoris causa” das Universidades de Paris, Lion e Argel; e membro da Academia Brasileira de Letras.  Colaborou com grande frequência na imprensa periódica, reunindo posteriormente em livros os artigos e ensaios. Faleceu no Rio de Janeiro a 2 de dezembro de 1953.

Bibliografia:

Duzentas memórias e notas.

A inibição no sistema nervoso central e periférico. 

Homens e coisas de sciencia.  São Paulo : Monteiro Lobato, 1925.  231 p.

A vulgarização do saber; ensaios.  Rio de Janeiro : Ariel, 1931.  270 p.

Almas sem abrigo.  Rio de Janeiro : Ariel, 1933.

Tratado elementar de fisiologia.  1937.

Ensaios, críticas e perfis.  Rio de Janeiro : Briguiet, 1938.

Ambiente de guerra na Europa.  Rio de Janeiro : Atlântica, 1943.  230 p. 

Estudos sobre o autor:

BALINSKI, Witold.  Uma contribuição para a investigação do problema mente-corpo.  Convivium,  São Paulo,  v. 32,  n. 4,  p. 382-395,  jul./ago., 1989.

PAIM, Antonio.  A UDF e a idéia de universidade.  Rio de Janeiro : Tempo Brasileiro, 1981.  p. 140-141.

RIBEIRO FILHO, J. S.  Dicionário biobibliográfico de escritores cariocas, (1955-1965).  Rio de Janeiro : Brasiliana,  1965.  p. 15.