ANDRADE, Oswald de

     Nasceu em São Paulo a 11 de janeiro de 1890. Ingressou na Faculdade de Direito em 1909 mas somente conclui  o curso em 1918, por tê-lo interrompido para viajar à Europa e dedicar-se ao jornalismo. Desde então acha-se vinculado às pessoas que tiveram papel destacado na Semana  de Arte Moderna (fevereiro, 1922), da qual seria um dos principais promotores, e no movimento modernista que lhe seguiu, onde igualmente  sobressaiu. Entre aquelas pessoas podem ser mencionados Guilherme de Almeida, Menotti del Pichia e Mário de Andrade. Desde os anos trinta, a par da intensa atividade literária, exerceu militância política, nas fileiras do Partido Comunista, com o qual viria entretanto a romper em 1945. Em 1950 fez uma tentativa de ingressar no magistério de filosofia, participando de concurso na Universidade de São Paulo. Faleceu em 22 de outubro de 1954, aos 64 anos de idade.

Bibliografia:

Mon coeur balance;  Leur amê.  São Paulo : Asbahar, 1916.  122p.  (Em colaboração com Guilherme de Almeida).

Mon coeur  balance; Leur amê.  Tradução Pontes de Paula Lima.  São Paulo : Globo, 1991.  251 p.  (Obras completas). Edição bilingue.
A trilogia do exilio - I - Os condenados.  São Paulo : Monteiro Lobato, 1922.  200 p.

Memórias sentimentais de João Miramar.  São Paulo : Ed. Independência, 1924.  119 p.

_____.  2. ed.  São Paulo : Difusão Européia do Livro, 1964.

_____.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira, 1972.

_____.  São Paulo : Globo/Secretaria de Estado da Cultura, 1990.  107 p.  (Obras completas).

Pau-Brasil.  Paris : Sans Pareil, 1925.  (Poesia).

_____.  2. ed.  Fixação de textos e notas de Haroldo de Campos.  São Paulo : Globo/Secretaria de Estado da Cultura, 1990.  145 p.  (Obras completas).

A trilogia do exilio - II - A estrela de absinto.  São Paulo : Helios, 1927.  209 p.  il. 

Primeiro caderno do aluno de poesia Oswald de Andrade.   São Paulo : Tip. Maiença, 1927.  39 p.

_____.  Prefácio Raul Antelo.  São Paulo: Globo/Secretaria de Estado da Cultura, 1991.  58 p.  (Obras completas).

Serafim Ponte Grande.  Rio de Janeiro : Ariel, 1933.

_____.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira, 1972.

_____.  São Paulo : Globo/Secretaria de Estado da Cultura, 1991. 164 p.  (Obras completas).

A trilogia do exilio - III - A escada vermelha.  São Paulo : Companhia Editora Nacional, 1934.

O homem e o cavalo.  São Paulo : Ed. do  Autor, 1934.

_____.  São Paulo : Globo/Secretaria de Estado da Cultura, 1990.  119 p.  (Obras completas).

A morta. O rei da vela. O homem e o cavalo.  Rio de Janeiro : José Olympio, 1937.  154 p.  (Teatro).

_____.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira, 1976.  (Teatro).

Marco zero - I. A revolução melancólica.  Rio de Janeiro : José Olympio, 1943.   429 p.
Marco zero - I. A revolução melancólica.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira/MEC, 1974.

_____.  São Paulo : Globo, 1991.  (Obras completas).

Marco zero - II. O chão.  Rio de Janeiro : José Olympio, 1945.  143 p.

_____.  Rio de Janeiro : Civilização  Brasileira/MEC, 1974.

_____.  São Paulo : Globo, 1991.  294 p.  (Obras completas).

Poesias reunidas de Oswald de Andrade.  Prefácio Paulo Prado.  Ilustração Lezar Segall e Oswald de Andrade.  São Paulo : Ed. Gaveta, 1945.  172 p.

_____.  São Paulo : Difusão Européia do Livro, 1966.

_____.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira, 1972.

Ponta de lança.  São Paulo : Martins, 1945.  143 p.

_____.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira, 1972.

_____.  São Paulo : Globo, 1991.  125 p.  (Obras completas).

Os condenados - I - Alma; II - A estrela de absinto; III - A escada.  Porto Alegre : Livraria do Globo, 1941.  (Reedição , em volume único, de A trilogia do exílio, também denominada por Oswald de Andrade Os Romances do exílio).

Os condenados (Alma, A estrela de absinto, A escada).  Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1972.

A arcádia e a inconfidência  São Paulo: Revista dos Tribunais, 1945.  (Tese para concurso da cadeira de Literatura Brasileira da FFCL da USP). 

A crise da filosofia messiânica. São Paulo : Revista dos Tribunais, 1950.  (Tese para concurso da cadeira de Filosofia da FFCL da USP).

O rei floquinhos.  [s. l.], 1953.  (Teatro).  (Registrado na bibliografia de  A literatura no Brasil, dirigida por Afrânio Coutinho).

Um homem sem profissão I. Sob as ordens de mamãe.  Rio de Janeiro : José Olympio, 1954.  (Memórias e confissões).

_____.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira/MEC, 1974.

Um homem sem profissão I. Sob as ordens de mamãe.  Prefácio Antonio Cândido. 3. ed.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira, 1976.  140 p.  (Obras completas, 9).

_____.  São Paulo : Globo/Secretaria de Estado da Cultura, 1990.  133 p.  (Obras completas).

A marcha das utopias.   Rio de Janeiro : MEC, 1966.  112 p.  (Os cadernos da cultura).

Do pau Brasil à antropofagia e às utopias: manifestos, teses de concursos e ensaios.  2. ed.  Introdução Benedito Nunes.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira, 1972.  228 p.  (Literatura Brasileira, 147-E. Obras completas, 6).

Telefonema.  Introdução e estabelecimento do texto Vera Chalmers.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira/INL, 1974.  172 p.  (Obras completas, 10).

_____.  Pesquisa e estabelecimento de texto, introdução e notas Vera Chalmers.  São Paulo : Globo, 1996.  491 p.  (Obras completas).

Trechos escolhidos.  2. ed.  Seleção Haroldo de Campos.  Rio de Janeiro : Agir, 1977.  123 p.  (Nossos clássicos, 91).

Alma : os condenados - 1a. parte.  São Paulo : Globo/ Secretaria de Estado da Cultura, 1990.  116 p.  (Obras completas).

Os dentes do dragão: entrevistas.  Pesquisa, organização, introdução e notas de Maria Eugenia Boaventura.  São Paulo : Globo/Secretaria de Estado da Cultura, 1990.  255 p.  (Obras completas).

Dicionário de bolso.  Apresentação, estabelecimento e fixação de textos de Maria Eugenia Boaventura.  São Paulo : Globo/Secretaria de Estado da Cultura, 1990.  141 p. (Obras completas).

A utopia antropofágica.  São Paulo : Globo/Secretaria de Estado da Cultura, 1990.  238 p.  (Obras completas).

A estrela de absinto.  São Paulo : Globo/Secretaria de Estado da Cultura, 1991.  112 p.  (Obras completas).

A escada : os condenados; 3a parte.  São Paulo : Globo, 1991.  68 p.  (Obras completas).

A morta.  São Paulo : Globo/Secretaria de Estado da Cultura, 1991.  73 p.  (Obras completas).

O santeiro do mangue e outros poemas.  Fixação de texto e notas de Haroldo de Campos.  São Paulo : Globo/Secretaria de Estado da Cultura, 1991.  114 p.  (Obras completas).

O rei da vela.  São Paulo : Globo/Secretatria de Estado da Bahia, 1991.  88 p.  (Obras completas).

Estética e política.   Pesquisa, organização, introdução, notas e estabelecimentos do texto de Maria Eugenia Boaventura.  São Paulo : Globo, 1992.  301 p.  (Obras completas).

O perfeito cozinheiro das almas deste mundo.  São Paulo : Globo, 1992.  200 p.  il.  (Obras completas).

Estudos sobre o autor:

A DERROTA política de Oswald.  A Tarde, Salvador, 5 jun. 1990.  Caderno 2, p. 3.

ALMEIDA, Miguel de.  Brincadeira de Oswald de Andrade bate recorde.  O Estado de S. Paulo, São Paulo, 24 nov. 1995.  Cidades, p. C2.

AMARAL, Aracy.  Tarcila - sua obra e seu tempo.  São Paulo : Perspectiva, 1975.

ANDRADE, Carlos Drummond de. (Org).  A lição de amigo.  Rio de Janeiro : José Olympio, 1982.

ANDRADE, Mario de.  Aspectos da literatura brasileira.  5. ed.  São Paulo : Martins, 1974.

ANDRADE FILHO, Oswald.  Dias seguintes e outros dias.  (Diário ilustrado inédito).

ANDRADE FILHO, Oswald de.  Carta a meu pai morto.  O Galo, Natal, ano II, n. 23/24, p. 7, jan./fev. 1990.

ANDRADE, Rudhá de.  Oswald, Oswáldo.  O Galo, Natal, ano II, n. 23/24, p. 6, jan./fev.1990.

 

ARAÚJO, Jorge de Souza.  Caráter revolucionário da escritura de Oswald de Andrade.  A Tarde, Salvador, 1 dez. 1990.  Cultural, p. 4.

A ÚLTIMA entrevista de Oswald de Andrade ao repórter Frederico Branco.  Jornal da Tarde, São Paulo, 19 set. 1987.  Caderno de Programas e Leituras.

BAPTISTA, Ana Teresa.  O centenário de um rebelde.  A Tarde, Salvador, 22 jan. 1990.  Caderno 2.

BENTES, Ivana.  Virulência e humor.  Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 17 out. 1992.  Idéias/Livros & Ensaios.

BIOGRAFIA de Oswald é lançada hoje na ALB.  A Tarde, Salvador, 30 out. 1990.  Caderno 2.  Variedades, p. 3.

BOAVENTURA, Maria Eugênia.  A vanguarda antropofágica.  São Paulo : Ática, 1985.

_____.  O salão e a selva:  uma biografia ilustrada de Oswald de Andrade.  Campinas : Ed. da UNICAMP; São Paulo : Ed. Ex-Libris,  1995.  286 p.

_____.    Jovem e alegre Oswald.  Jornal da Tarde, São Paulo, 9 jan. 1988.  Caderno de Sábado, p. 3.

_____.  Oswald e as artes plásticas.  O Estado de S. Paulo, São Paulo, 8 set. 1990.

BOPP, Raul.  Movimentos modernistas no Brasil : 1922-1928.  Rio de Janeiro : São José, 1967.

_____.  Morte e vida da antropofagia.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira, 1977.

_____.  Cobra Norato e outros poemas.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira, 1978.

BOSI, Alfredo.   História concisa da literatura brasileira.  São Paulo : Cultrix, 1970.

BOSI, Ecléa.  Memória e sociedade - lembranças de velhos.  São Paulo : T. A. Queiróz, 1979.

BRETON, André.  Manifestes du surreálisme.  Paris : Gallinard, 1975.

BRITO, Mário da Silva.  História do modernismo brasileiro - antecedentes da Semana de Arte Moderna.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira, 1964.

_____. Ângulo e horizonte - de Oswald de Andrade à ficção científica.   São Paulo: Martins, 1969.

_____.  Diário intemporal.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira, 1970.

_____.  As metamorfoses de Oswald de Andrade.  São Paulo : Secretaria da Cultura, Esporte e Turismo, 1972.

_____.  Conversa vai, conversa vem.  Rio de Janeiro: Civilização Brasileira/MEC, 1974. 

_____.  Fantasma sem castelo.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira, 1980.

CABRAL, Mário.  Os condenados.  A Tarde, Salvador, 7 set. 1991. Cultural, p. 11.

CAMPOS, Augusto de.   Pau/vida e obra.  São Paulo : Brasiliense, 1982.

 

CAMPOS, Haroldo de.  Uma poética da radicalidade, poesia de Oswald de Andrade.  São Paulo : Difusão Européia do Livro, [s. d.].

_____.  “Estilística miramarina”.  Rio de Janeiro : Vozes, 1967.  (Coleção nosso tempo).

_____.  Réquiem para miss ciclone, musa dialógica da pré-história textual oswaldiana.  O Galo, Natal, ano II, n. 23/24, p. 10-13, jan./fev. 1990.

CÂNDIDO, Antonio.  Brigada ligeira (estouro e libertação).  São Paulo : Martins, 1945.

_____.  O observador literário (Oswald viajante).  São Paulo : Conselho Estadual de Cultura,  1959.

_____.  Presenças da literatura brasileira - história e antologia.  São Paulo : Difusão Européia do Livro, 1962.  v. 2.

_____.  Formação da literatura brasileira.  São Paulo : Martins, 1969.

_____.  Vários escritos.  São Paulo : Livraria Duas Cidades, 1970.  188 p.

CARPEAUX, Otto Maria.  Pequena bibliografia crítica da literatura brasileira.  Rio de Janeiro : Letras e Artes, 1949.

_____.  3. ed.  Rio de Janeiro : Letras e Artes, 1964.

CASCUDO, Luis da Câmara.  Dicionário do folclore brasileiro.  Rio de Janeiro : Edições de Ouro, 1969.  2 v.

CASTELLO, José Aderaldo.  Antologia do ensaio literário paulista.  São Paulo : Conselho Estadual de Cultura, 1960.

CASTRO, Marize.  A cyclone (a que tanto amou Miramar).  O Galo,Natal, ano II, n. 23/24, p. 9, jan./fev.1990.

CENDRARS, Blaise.  Etc..., Etc... um livro 100% brasileiro.  São Paulo : Perspectiva, 1976.

CHALMERS, Vera Maria.  Uma “garconnière” na Líbero Badaró.  O Estado de S. Paulo, São Paulo, 16 jan. 1988.  p. 6-7.

______.  A crônica humorística de Oswald de Andrade na Revista “O Pirralho”. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 12 maio 1990.  p. 4-5.

CHALMRS, Vera Maria.  3 linhas e 4 verdades;  o jornalismo de Oswald de Andrade. São Paulo : Duas Cidades/Secretaria da Cultura Ciência e Tecnologia, 1976.  224 p.

_____.  Passagem do inferno.  Remate de Males, Revista do Departamento de Teoria Literária.  Campinas, n. 6, p. 53-66, 1986. (Nº especial sobre Oswald de Andrade).

CHAMIE, Mario.  Oswald/Caminha.  O Estado de S. Paulo, São Paulo, 12 dez. 1992.  Cultura.

COUTINHO, Paulo César.  Contradições do antropófago.  O Globo, Rio de Janeiro, 9 fev. 1992.

COUTINHO, Afrânio.  A literatura no Brasil.  Rio de Janeiro : Livraria São José, 1959.  v. 3, t. 1.

ENCICLOPÉDIA DELTA-LAROUSSE.  Rio de Janeiro : Delta, 1960.  t. 7.

FAVARETTO, Celso F.  Tropicália, alegria, alegria.  São Paulo : Kairós, 1979.

FAUSTO, Boris.  A revolução de 1930.   São Paulo : Brasiliense, 1975.

FERNANDES, Anchieta.  Oswald & quadrinhos.  O Galo, Natal, ano II, n. 23/24, p. 18, jan./fev. 1990.

FERRAZ, Geraldo Galvão.  Depoimento histórico.  O Estado de S. Paulo, São Paulo, 23 maio 1992.  Cultura.

FONSECA, Albenísio.  Um antropófago à solta.  A Tarde, Salvador, 22 jan. 1990.  Caderno 2.

_____.  Pagu-Oswald um romance modernista.  A Tarde, Salvador, 23 jun.. 1990.  Cultural, p. 4.

FONSECA, Cristina (Org).  Oswald de Andrade.  Coordenação editorial Martin Claret.  São Paulo : Martin Claret Editores, 1987.  111 p.  il.  (O pensamento vivo de Oswald de Andrade, 20).

FONSECA, Maria Augusta.  Palhaço da burguesia.  São Paulo : Polis, 1979.

_____.  Oswald de Andrade; o homem que come.  São Paulo : Brasiliense, 1982.  104 p.  il.

_____.  Oswald de Andrade : 1890-1954 - biografia.  São Paulo : Secretaria de Estado da Cultura, 1990.  341 p.

FREITAS, Afonso de.  Tradições e reminiscências paulistanas.  Belo Horizonte : Itatiaia; São Paulo: EDUSP, 1985.

FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL.  Autores brasileiros : biobibliografias, 1ª parte.  Rio de Janeiro, 1998.  p. 163.

FURLANI, Lúcia M. Teixeira.  Patrícia Galvão - livre na imaginação, no espaço e no tempo.  Santos : Universidade de Santa Cecilia dos Bandeirantes, 1989.

GOMES, Renato Cordeiro.  Ópera bufa do mangue. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 23 mar. 1991.  Idéias/Livros, p. 3.

HELENA, Lúcia.  Oswald de Andrade e a República nova.  O Estado de S. Paulo, São Paulo, 25 ago. 1985.

HOLANDA, Sérgio Buarque de.  Antologia dos poetas brasileiros da fase colonial.  São Paulo : Perspectiva, 1979.

JACKSON, Kenneth David.   A prosa vanguardista na literatura brasileira : Oswald de Andrade.  São Paulo : Perspectiva, 1978.  (Coleção ELOS, 29).

_____. A tradução de serafim ponte grande : o prazer de subverter o texto.  O Galo, ano II, n. 23/24, p. 20-23, jan./fev. 1990.

JACOBBI, Ruggero.  O espectador apaixonado - Teatro de Oswald de Andrade.  Porto Alegre : Faculdade de Filosofia, 1962.  (Curso de Arte Drámatica).

JAIME, Jorge.  O filósofo do modernismo.  Jornal do Commercio,  Rio de Janeiro, 29 fev. 1992.  p. 4.

KAPLAN, Sheila.  Memórias do rebelde.  O Globo, Rio de Janeiro, 2 jun. 1990.

KONDER, Leandro.  Intelectuais brasileiros & marxismo.  Belo Horizonte : Oficina do Livro, 1991.  132 p.

KOPKE, Carlos Burlamaqui.  Faces descobertas (Análise de “Marco Zero”).  São Paulo : Martins, 1994.

LEITE NETO, Alcino.  A volta do chic-boy.  Isto É Senhor, São Paulo, 19 set. 199o.  Cultura, p. 76-78.

LEITE, Sebastião  Uchoa.  Participação da palavra poética.  Petrópolis : Vozes, 1966.

LIMA, Tatiana.  Digerido em CD.  A Tarde, Salvador, 15 maio 1999.  Cultural, p. 12.

LOBO, Júlio César. Da vela à vala.  A Tarde, Salvador, 5 jul. 1991.  Caderno 2, p. 1.

LOURENÇO, Eduardo.   La fazenda São Martinho d’Oswald de Andrade et de Blaise Cendrars. Paris : Fundação Calouste Gulbenkian, 1988.

LUCAS, Fábio.  Oswáld, Oswaldo, Ôswald. Jornal da Tarde, São Paulo, 24 mar. 1990.  Caderno de Sábado.

MAFFEI, Eduardo.  A greve.  Rio de Janeiro : Paz e Terra, 1978.

MAGALDI, Sábato.  Panorama do teatro  brasileiro.  São Paulo : Difusão Européia do Livro, 1962.

_____.  O teatro de Oswald de Andrade.  São Paulo : F.F.C.L./USP, 1974.  (Tese de doutorado).

MAGALHÃES, Couto de.  O selvagem.  Belo Horizonte : Itatiaia; São Paulo : EDUSP, 1975.

MAGALHÃES JÚNIOR, R.  Antologia de humanismo e sátira.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira, 1957.

MAINARDI, Diogo.  O triste fim de Oswald.  Veja, São Paulo, 6 set. 1995.  Livros, p. 114.

MARTINS, Heitor.  Oswald de Andrade e outros.  São Paulo : Conselho Estadual de Cultura, 1973.

MARTINS, Wilson.  O modernismo.  São Paulo : Cultrix, 1965.

_____.  Oswald e a arte de copiar o melhor.  O Estado de S. Paulo, São Paulo, 26 out. 1991.  Cultura.

MATOS, Edilene.  Oswald de Andrade – candidato do povo à Academia Brasileira de Letras/1940.  A Tarde, Salvador, 23 jun. 1990.  Cultural, p. 2-3.

MEDEIROS, J.  Miramar.  O Galo, Natal, ano II,  n. 23/24, p. 3, jan./fev. 1990.

_____.  Abaporu II 000.  O Galo, Natal, ano II, n. 23/24, p. 4, jan./fev. 1990.

MELO, Luis Correia de.  Dicionário de autores paulistas.  São Paulo, 1954.   p. 54-55.

MENEZES, Raimundo de.  Dicionário literário brasileiro.  São Paulo : Saraiva, 1969.  v. 1.  p. 50.

MILLIET, Sérgio.  Diário crítico.   São Paulo : Martins/EDUSP, 1982.  10 v.

MOURA, Paulo Cursino.   São Paulo de outrora.  Belo Horizonte : Itatiaia;  São Paulo : EDUSP, 1980.

NAVA, Pedro.  Beira-mar.  Rio de Janeiro : José Olympio, 1979.

NOGUEIRA, Paulo.  A usina de idéias.  Veja, São Paulo, 12 set. 1990.  Livros, p. 93-94.

NUNES, Benedito.  Oswald Canibal.   São Paulo : Perspectiva, 1979.  77 p.  (ELOS, 26).

OSWALD de Andrade – centenário de nascimento.  O Estado de S. Paulo, São Paulo, ano VII, n. 493, jan. 1990.  Suplemento Cultura.

PAVLOVA, Adriana.  As múltiplas faces do antropófago.  O Globo, Rio de Janeiro, 15 out. 1995.  Livros, p.7.

PEROBA, Ângela.  A poesia demolidora de Oswald.  A Tarde, Salvador, 23 jul. 1990.  Caderno 2, p. 1.

PIGNATARI, Décio.  “Contacomunicação”- Marco Zero de Andrade.  2. ed.  São Paulo : Perspectiva,  (Coleção Debates, 44).

_____. Oswald, sem contemporâneos.  O Galo, Natal, ano II, n. 23/24, p. 14, jan./fev. 1990.

PINTO, Lourdes de Fátima.  Oswald de Andrade – polêmico da multilinguagem.  A Tarde, Salvador, 19 fev. 1994.  Cultural, p. 4.

PRADO, Yan de Almeida.  A grande semana de arte moderna.  São Paulo : EDART, 1976.

PRECIOSA, Rosane.  Três momentos de Oswald.  O Globo, Rio de Janeiro, 3 mar. 1991.  Livros, p. 4.

RAMOS, Péricles Eugênio da Silva.  Poesia moderna - antologia.  São Paulo : Melhoramentos, 1967.

REALE, Miguel.  Andrade (Oswald de).  In : LOGOS : Enciclopédia Luso-Brasileira de Filosofia.  Lisboa : Verbo, 1989.  v. 1.  p. 262.

_____.  Oswald de Andrade e a utopia.  In : _____.  Figuras da inteligência brasileira.  2. ed.  refundida e aumentada.  São Paulo : Siciliano, 1994.  p. 77-84. 

_____.  Oswald de Andrade e a utopia.  O Estado de S. Paulo, São Paulo, 21 abr. 1990. Cultura, p. 1-2.

RIBEIRO, Helton.  Obscuros estados poéticos.  O Globo, Rio de Janeiro, 12 set. 1993.  Segundo Caderno

RICARDO, Cassiano.  Viagem no tempo e no espaço.  Rio de Janeiro : José Olympio, 1970.

ROCHA, José Olympio da.  O centenário de um escritor multifacetado.  Tribuna da Bahia, Salvador, 23 jan. 1990.  Cultura, p. 1.

ROMERO, Silvio.  Folclore brasileiro.  Rio de Janeiro : José Olympio, 1954.

SÁ, Álvaro de.  Oswald alternativo de Andrade.  O Galo, Natal, ano II, n. 23/24, p. 30, jan./fev. 1990.

SACCHETTA, Vladimir.   PCB - memória fotográfica - 1922-1982.   São Paulo : Brasiliense, 1982.

SAEM mais dois volumes da obra de Oswald de Andrade.  A Tarde, Salvador, 4 jan. 1992.  Caderno 2.  Variedades, p. 3.

SCHNAIDERMAN, Boris.  A poética de Maiacóvski.  São Paulo : Perspectiva, 1971.

SCHWARTZ, Jorge.  Visita à garçonnière de Oswald de Andrade.  Jornal da Tarde, São Paulo, 21 maio 1988.  Caderno de Sábado, p. 3.

______.  Oswald de Andrade - literatura comentada.  São Paulo : Abril Educação, 1980.

SCHWARZ, Roberto.  Que horas são?  São Paulo : Companhia das Letras, 1987.

SILVA, Francisco Ivan da.  SendaS, uma lembrança de Oswald. O Galo, Natal, ano II, n. 23/24, p. 5, jan./fev. 1990.

SOUZA, Henrique de.  A palavra e o mar em Oswald de Andrade.  O Galo, Natal, ano II, n. 23/24, p. 16-17, jan./fev. 1990.

TELES, Gilberto Mendonça.  Vanguardas européias e modernismo brasileiro.  Petrópolis : Vozes, 1972.

VIEIRA, Amir José Mirim.  O comunismo tribal de Oswald de Andrade.  Jornal da Tarde, São Paulo, 13 jan. 1990.  Caderno de Sábado, p. 8.

______.  O comunismo de Oswald de Andrade não é tribal.  Jornal da Tarde, São Paulo, 3 fev. 1990.  Caderno de Sábado.

VITA, Luis Washington.  Tendências do pensamento estético contemporâneo no Brasil.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira, 1967.  p. 14-19.

WERNEK, Humberto. Marioswald – entre os dois Andrades houve amor e desunião. Folha de S. Paulo, São Paulo, 26 set. 1993.  Especial, p. 7.