DIEGUES JUNIOR, Manuel

     Nasceu em Maceió, Alagoas, a 21 de setembro de 1912.  Formou-se bacharel em ciências jurídicas e sociais pela Faculdade de Direito do Recife (1935). Interessou-se pela sociologia e frequentou diversos cursos dessa especialidade, inclusive com os professores estrangeiros que vieram ao Brasil, nos anos trinta e quarenta, para estruturar o ensino da disciplina. Ingressou no serviço público, primeiro em seu estado natal e, posteriormente, na União. Nessa condição radicou-se no Rio de Janeiro. Veio a ser professor de antropologia cultural e antropologia no Brasil e diretor do Departamento de Sociologia e Política da PUC-RJ. Teve intensa participação nos estudos relacionados ao folclore e no órgão público constituído para coordená-los. Deu cursos de sua especialidade em universidades estrangeiras. Pertenceu à American Anthropological Association e ao Instituto Histórico Brasileiro, entre outras instituições culturais, tendo presidido a Associação Latino Americana de Sociologia. Faleceu no Rio de Janeiro em 1991.

Bibliografia:

Evolução urbana e social de Maceió no período republicano.  Rio de Janeiro : José Olympio, 1939.

Variações sobre temas regionais.  Maceió : Imp. Oficial.  1942.  58 p.  (Discurso de recepção no Instituto Histórico de Alagoas).

O banguê nas Alagoas; traços da influência do sistema econômico do engenho de açúcar na vida e na cultura regional.  Prefácio Gilberto Freire.  Rio de Janeiro : Instituto do Açúcar e do Álcool, 1949.  288 p.  il.

_____.  2. ed.  Maceió : EDUFAL, 1980.  314  p.  il.

O engenho de açúcar no Nordeste.  Rio de Janeiro : Serviço de Informação Agrícola, 1952.  68 p.  il.  (Brasil. Serviço de Informação agrícola.  Documentário da vida rural, 1).

Introduccion a la sociologia nacional.  México : Instituto de Investigaciones Sociales, 1952.  190 p.  (Cuadernos de sociologia, biblioteca de ensayos sociológicos).

História e folclore do Nordeste.  Vitória : Imp. Oficial, 1953.  15 p.  il.  (Separata de folclore. Ano IV/V, n. 24-25, mai./ago. 1953).

O município e a valorização das atividades locais.  Rio de Janeiro : Serviço de Documentação do D.A.S.P.,  1954.  39 p.  (Estudos municipais, 9).

O padre Schmidt e a etnologia contemporânea.  Rio de Janeiro : Universidade Católica, 1954.  (Separata da Revista Verbum, t. 11, fasc. 2, p. 219-226, jun. 1954).

População e açúcar no Nordeste do Brasil.  Rio de Janeiro : Comissão Nacional de Alimentação, 1954.  236 p.

Etnias e culturas no Brasil.  Rio de Janeiro : Ministério da Educação e Cultura, 1956.  120 p.  (Coleção Vida Brasileira, 5).

_____.  3. ed.  aum. e rev.  Rio de Janeiro : Letras e Artes, 1963.  166 p.

_____.  5. ed.  Rio de Janeiro : Civilização Brasileira / INL, 1976.  208 p.  (Coleção Retratos do Brasil, 95).

Etnias e culturas no Brasil.  Rio de Janeiro : Biblioteca do Exército, 1980.  208 p.  (Coleção General Benício, v. 176).

_____.  São Paulo : Círculo do Livro, 1980, 213 p.

Estudos das relações da cultura no Brasil.  Rio de Janeiro : Ministério da Educação e Cultura, 1959.  67 p.  (Os cadernos da cultura, 82).

População e propriedade da terra no Brasil.  Washington : União Pan-Americana, 1959.  277 p.

Regiões culturais do Brasil.  Rio de Janeiro : Centro Brasileiro de Pesquisa Educacional, 1960.  535 p.  il.  (Sociedade e educação, 2).

Estabelecimentos rurais na América Latina; ensaio de sugestões sobre sua tipologia e suas características econômicas e sociais.  Genebra : Comissão Internacional Católica de Migrações, 1963.  128 p.

Imigração, urbanização e industrialização; estudo sobre alguns aspectos da contribuição cultural do imigrante no Brasil.  Rio de Janeiro : Centro Brasileiro de Pesquisas Educacionais, 1964.  385 p.  (Sociedade e Educação, 5).

O Brasil e os brasileiros; ensaios sobre alguns aspectos das características humanas das populações brasileiras.  São Paulo : Martins, 1964, 103 p.  (Leituras do povo, 10).

Região, desenvolvimento, cultura.  Prefácio Arthur Cezar Reis.  Manaus : Governo do Amazonas, 1964.

Science et nescience.  Paris : Gallimard, 1970.  548 p.  (Bibliotheque des idées).

Literatura de cordel.  São Paulo : Escola de Comunicação e Artes, 1971.

Ocupação humana e definição territorial do Brasil.  Rio de Janeiro : Conselho Federal de Cultura, 1971.  182 p.

Literatura de Cordel.  Rio de Janeiro : MEC/DAC, Campanha Defesa  do Folclore, 1976.  38 p.  il.  (Cadernos de folclore, 2).

Estudos sobre o autor:

BASTOS, Aureliano Cândido Tavares.  Cartas do solitário.  4. ed.  feita sobre a 2. ed.  de 1863.  São Paulo : Nacional; Brasília : INL, 1975.  301 p.  (Brasileira, 115).

COSTA, João Craveiro.  Maceió.  Rio de Janeiro : José Olympio, 1939.  219 p.

COUTINHO, Afrânio.  Brasil e brasileiros de hoje.  Rio de Janeiro : Editorial Sul Americana, 1961.  v. 1, p. 414-415.

FREYRE, Gilberto.  Prefácio.  In : DIEGUES JÚNIOR, Manuel.  O banguê nas Alagoas.  2. ed.  Maceió : EDUFAL, 1980.  p. 11-19.

HERRERA, Felipe.  Novas frentes de promoção da cultura.  Rio de Janeiro : Fundação Getúlio Vargas, DAC, Fundo Internacional de Promoção da Cultura, 1977.  106 p.  (Série Informação e Comunicação).

INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO BRASILEIRO.  Dicionário biobibliográfico de historiadores, geógrafos e antropólogos brasileiros.  Rio de Janeiro : O Instituto, 1991.  v. 1, p. 64.

MENEZES, Raimundo.  Dicionário literário brasileiro.  São Paulo : Saraiva, 1969.  v. 2, p. 443.