DINIZ, Almachio

     Nasceu a 7 de maio de 1880, na cidade do Salvador. Realizou os chamados preparatórios em sua cidade natal, matriculando-se na Faculdade de Direito da Bahia em 1895, cujo curso concluiu em 1899. Regeu durante alguns anos a cadeira de Filosofia do Direito da Faculdade de Direito da Bahia, tendo consolidado a influência da Escola do Recife, sobretudo pela adoção, como livros - texto, de obras de Tobias Barreto e Silvio Romero. Foi membro do Instituto da Ordem dos Advogados, da Academia Baiana de Letras,  da Academia Carioca de Letras, docente livre de Direito Civil da Faculdade de Direito da Universidade do Rio de Janeiro e um dos fundadores da “Faculdade Teixeira de Freitas”, em Niterói. No fim da vida radicou-se no Rio de Janeiro.

Bibliografia:

Autonomia dos municípios - a inconstitucionalidade das organizações municipais da Bahia.  Salvador : Catilina, [s.d.].  63 p.

Lucilia Simões.  Poliantéia em livro, organizada com a colaboração de Arlindo Fragoso e Afranio Peixoto.  Salvador, 1901.  90 p.

Poente, eterno incesto; obra escolástica.  Salvador, 1902.  168 p.

Gênese hereditária do direito. Salvador, 1903.  68 p. (Tese para concurso de professor, na Faculdade Livre de Direito da Bahia).

Sé bendita; símbolo trágico.  Salvador, 1905.  88 p.

Crises: romance brasileiro.  Lisboa, 1906.  244 p.

Ensaios filosóficos sobre o mecanismo do Direito.  Salvador, 1906.  212 p.

Pavões;  romance político.  Salvador, 1908.  350 p.

Zoilos e estetas; livros de críticas literárias.  Porto, 1908.  190 p.

Questões atuais de filosofia e direito.  Introdução Clovis Bevilaqua. Rio de Janeiro, 1909.  224 p.

O diamante verde; romance.  Lisboa, 1910.  164 p.
  
A carne de Jesus; estudo filosófico.  Salvador : Livraria Gomes Carvalho, 1910  169 p.

_____.  2. ed.  Salvador : Catilina. 1913.  248 p.

Sociologia e critica; estudos, escriptos e polemicas.  Porto : Magalhães & Moniz, 1910.  414 p.

Um artista da moda.  Lisboa, 1910.   194p.

Serpente.  Salvador, 1911.  170 p

Mundanismo.  Coimbra, 1911.  76 p.

     Cultura literária.  Salvador, 1911.  70 p.

Domingos Guimarães;  seu perfil litero-politico.  Salvador, 1911.  27 p.

_____.  Salvador, 1911.  106 p.

Troféus em cinzas; peça de teatro.  Salvador, 1911.

Da estética na literatura comparada; crítica literária.  Rio de Janeiro, 1911. 251 p.

Moral e crítica; estudo de crítica.  Porto : Magalhães e Muniz, 1912.  402 p.

A escarpa; teatro de tragédia moderna.  Porto, 1912.

Curso de philosophia elementar; para uso dos candidatos ao curso de Bacharel em Direito.  Salvador : Catilina, 1912.  429 p.

As formações naturais na filosofia biológica; classificação nova dos delinquentes. Salvador, 1912.
Curso de enciclopédia jurídica.  Salvador, 1913.  514 p.

Antologia da língua vernácula.  Salvador, 1913.  604 p.

Bodas negras; romance.  Rio de Janeiro, 1913.  248 p. (Coleção Econômica, 85).

O pomo de ouro e contos maravilhosos.  Salvador, 1913.
 
Sombras de pudor; novelas e contos.  Porto, 1914.  250 p.

Língua portuguesa; ensaios críticos sobre o evolucionismo morfológico.  Salvador, 1914.  152 p.

_____.  2. ed.  Salvador, 1929.

As garantias da liberdade individual por meio de um “Habeas-Corpus”.  Salvador, 1915.

Tratado de teoria e praxe do divórcio no direito brasileiro.  Rio de Janeiro, 1916.  324 p.

Primeiros princípios de direito civil brasileiro. (Manuais Alves) - Introdução e parte geral (Código civil de 1916).  Rio de Janeiro, 1916.  272 p.

Direito da família. (Manuais Alves). (Código civil de 1916).  Rio de Janeiro, 1916.   286 p.

Direito das coisas. (Manuais Alves).  (Código civil de 1916).  Rio de Janeiro, 1916.

Direito das sucessões. (Manuais Alves).  (Código civil de 1916).  Rio de Janeiro, 1916.

Direito das obrigações. (Manuais Alves).  (Código civil de 1916).  Rio de Janeiro, 1916.  332 p.

Direito público constitucional.  Rio de Janeiro, 1917.  346 p.

Teoria geral do processo ou teoria das ações.  Salvador, 1917.  292 p.

Contratos consigo mesmo.  Rio de Janeiro, 1918. 40 p. (Tese de concurso para professor da Faculdade Livre de Direito).

Prática das ações civis.  Rio de Janeiro : Livraria Alves, 1918.  314 p.

Das ações sumárias especiais.  Rio de Janeiro : Livraria Leite Ribeiro,  1919.  290 p.

O documento novo nas ações rescisórias.  Rio de Janeiro, 1920.  112 p.
 
A perpétua metrópole.  São Paulo, 1922.  308 p.

Meus ódios e meus afetos. São Paulo : Monteiro Lobato, 1922.  304 p.

Das ações de despejo em face do moderno direito civil; lei do inquilinato.  Rio de Janeiro, 1922.  224 p.

A relatividade na crítica.  Rio de Janeiro : Vênus, 1923.  100 p.

Direito internacional privado.  (Manuais Alves).  Rio de Janeiro, 1923.  124 p.

O processo orfanológico.  (Manuais Alves).  Rio de Janeiro, 1924.  200 p.

Da falência; teoria dos fatos e prática dos princípios a luz da lei n.º 2.024.  Rio de Janeiro, 1924.  484 p.

Miss Rosse.  Rio de Janeiro, 1925.  170 p.

Código do processo civil e comercial do Distrito Federal; estudo.  Rio de Janeiro : 1926.

Opiniões e debates. Tomo I da F. T. Marinetti, sua escola, sua vida e sua literatura comparada.  Rio de Janeiro, Lux, 1926.

Institutos de direito civil brasileiro; nulidades e anulações de casamento.  São Paulo, 1928.  366 p.

Francisco Mangabeira; criação e critica.  Rio de Janeiro, 1929.  255 p.

Do depósito.  Rio de Janeiro, 1930.  102 p.

Código eleitoral; respectivas instruções, leis complementares e regimentos internos da justiça eleitoral.  Rio de Janeiro : Renascença, 1932.  317 p.

São Paulo e a sua guerra de seccessão; com algumas dezenas de documentos desconhecidos ainda fora de São Paulo. Rio de Janeiro : Pongetti, 1933.  252 p. (Coleção “Livros de Taba”).

Preparação socialista do Brasil.   Rio de Janeiro, 1934.  232 p.

Historia racial do Brasil; os aspectos culturais do português no desenvolvimento físico e mental do brasileiro.  São Paulo : Cultural Moderna, 1934.  381 p.

O fenômeno jurídico no país dos Sovietes.  Rio de Janeiro, 1934.  180 p.
 Sociologia Soviética; filosofia de classe ou de ação.  Rio de Janeiro : Selma. 1934.  267 p.

Relações jurídicas do casamento; o casamento dos desquitados e dos divorciados no Brasil.  São Paulo, 1935.

Mariinha no jardim de infância.  Rio de Janeiro, 1936.  38p.  il.  (Com a colaboração científica de Alpheu Diniz).

Estudos sobre o autor:

BOCANERA JUNIOR, Silio.  Almachio Diniz.  Rio de Janeiro : Oficina de “A Rua”, 1927.

COSTA, Afonso.  Almachio Diniz no seu decênio literário.  Salvador, 1913.

DINIZ, Alpheu.  Bibliografia de Almachio Diniz.  Rio de Janeiro, 1953.

MEDEIROS NETO.  Mestres do meu tempo.  Rio de Janeiro, 1940.

PEDREIRA, Rolando.  Almachio Diniz.  Gazeta Policial,  Rio de Janeiro, 1937.

_____.  Almachio Diniz.  Gazeta Policial,  Rio de Janeiro, 1952.

OLIVEIRA, Américo de. Almachio Diniz.  Rio de Janeiro, 1924.